Ensino/Cursos » Licenciatura

Teoria e Prática do Hipertexto

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Licenciatura em Ciências da Comunicação e da Cultura

Docente: Professor Doutor Luís Filipe B. Teixeira
(Semestral: 3º ano área Gestão Act. Culturais: 1998-2006)

Sinopse

A tecnologia multimédia aplicada à «Galáxia de Gutenberg» arrastou consigo uma nova utopia literária designada de «hipertextualidade». Esta cadeira pretende estudar, quer a nível teórico quer prático, todas as implicações que a introdução destas novas tecnologias colocaram e colocam em termos de desafio. Simultaneamente, há que avaliar a que nível e como é que esta «Literatura de ecrã» veio alterar e criar novos paradigmas para a (Ciber)Literatura, sobretudo Moderna e Contemporânea. Com efeito, no campo do juízo estético, estamos perante a necessidade de criação de novas categorias críticas e de novos parâmetros hermenêuticos, embora ambos tenham de ser encontrados no interior das novas perspectivas abertas pelo próprio hipertexto

Avaliação

A nota final de Teoria e Prática do Hipertexto resultará da componente presencial às aulas e da avaliação obtida na frequência e no trabalho individual a desenvolver nas aulas práticas. Nesta disciplina teórico-prática existe regime de faltas. Os alunos que ultrapassem os 25% de faltas no semestre ficam automaticamente reprovados, tendo acesso apenas ao Exame de 2ª Época Os alunos que, na frequência, obtenham média igual ou superior a 12 (doze) estão dispensados de Exame Final. Os que obtenham nota igual ou superior a 8 (oito) valores e inferior a 12 (doze) valores têm acesso ao Exame de 1ª Época. Alunos com média final inferior a 8 (oito) valores só poderão ser avaliados em Exame de 2ª Época.

Introdução
1.Do impresso ao media electrónico
1.1. A imprensa
1.2. A «ordem dos livros»

2.Escrita digital: Os fundamentos do Hipertexto
2.1.Da origem à arquitectura do hipertexto
2.2. A «Biblioteca de Babel» e O «Castelo dos Destinos Cruzados»

3. Um novo conceito de Textualidade
3.1.Linear versus multilinear
3.2. texto como «rede rizomática» : Mapeamento e Cartografia
3.3. Intertextualidade, «texto acentrado», texto interactivo

4. A nova noção narrativa de «cibertextualidade» contemporânea (análise de exemplos)

BIBLIOGRAFIA
Texto de leitura obrigatória

AARSETH, Espen, Cibertexto:Perspectivas sobre literatura ergódica, Lisboa, Pedra de Roseta, colecção «Figurações», nº 3, 2005 (caps. III, pp.77-94 e IV, pp.95-116)

TEIXEIRA, Luís Filipe B., Hermes ou a Experiência da Mediação (Comunicação, Cultura e Tecnologias), Lisboa, Pedra de Roseta-Edições e Comunicação, Lda , 2004

Bibliografia de apoio

BARBOSA, Pedro, Ciberliteratura: Criação literária e computador, Lisboa, Cosmos, 1996

BARRETT, Edward (ed.), Text, ConText, and HyperText, Cambridge, The MIT Press 1988

---, The Society of Text: Hypertext, Hypermedia, and the Social Construction of Information, Cambridge, The MIT Press, 1989.

BARTHES, Roland, Mitologias, Lisboa, Edições 70, s.d.

---, O prazer do texto, Lisboa, Edições 70, 1973

---, O rumor da língua, Lisboa, Edições 70, 1984 cap. II «Da obra ao texto», pp. 47-84

---, O óbvio e o obtuso, Lisboa, Edições 70, 1984 cap. 1. «A escrita do visível», pp. 13-198

---, O grau zero da escrita, Lisboa, Edições 70, 1989

BAUDRILLARD, Jean, Simulations. Trans. Paul Foss, Paul Patton, and Philip Beitchman. New York, Semiotext(e), 1983.

BENJAMIN, Walter, Sobre arte, técnica, linguagem e política, Lisboa, Relógio d’Água, 1992 «O narrador», pp. 27-57; «O Autor enquanto produtor», pp. 137-156

BLANCHOT, Maurice, O Livro por Vir, Lisboa, Relógio d’Água, 1984

BERK, Emily and Joseph DEVLIN (eds.), Hypertext/Hypermedia Handbook, New York, McGraw-Hill, 1991.

BOLTER, Jay David, Writing Space: The Computer, Hypertext, and the History of Writing. Hillsdale, NJ, Lawrence Erlbaum, 1991

BORGES, Jorge Luís, Ficções, tradução de Carlos Nejas, Lisboa, Livros do Brasil, s.d. (reed. In Obras Completas, vol. I (1923-1949), trad. José Colaço Barreiros, Lisboa, Editorial Teorema, pp. 439-550)

BURNETT, Kathleen, «Toward a Theory of Hypertextual Design», in Postmodern Culture 3.2 (Janeiro de 1993)

CALVINO, Italo, O castelo dos destinos cruzados, tradução de Gaetan Martins de Oliveira, Lisboa, Bertrand, 1977 (sobretudo a «Nota» final, pp. 119-126)

CORTÁZAR, Julio, Hopscotch, trad. Gregory Rabassa, New York, Pantheon-Random House, 1987

CHARTIER, Roger, A ordem dos livros, tradução de Leonor Graça, Lisboa, Vega, 1997

DELANY, Paul & LANDOW, George, Hipermedia and Literary studies, Cambridge, MIT Press, 1991

---, The digital word: text-based computing in the humanities, Cambridge, MIT Press, 1993

DELEUZE, G./ GUATTARI, Mille Plateaux: Capitalisme et schizophénie («Introduction»), Paris, Les Éditions Minuit, 1980, pp. 9-37

DEROSE, Steven J., «Biblical Studies and Hypertext», in Delany and Landow, pp. 185-204.

DERRIDA, Jacques, L’écriture et la différence, Paris, Seuil, 1967

---, Of Grammatology, trad. Gayatri Chakravorty Spivak, Baltimore, John Hopkins UP, 1976.

---, Margens da Filosofia, Porto, Rés, s.d. «Assinatura, acontecimento, contexto», pp. 404-433

EAGLETON, Terry. Literary Theory: An Introduction, London, 1983.

Electronic Labyrinth, http://Jefferson.village.virginia.edu/search.html

ELIOT, T.S. The Waste Land and Other Poems, London, Faber and Faber, 1988.

---, Selected Prose of T.S. Eliot, London, Faber and Faber, 1982.

ESPEN, J. Aarseth, Cybertext: Perspectives on ergodic literature, Baltimore and London, The John Hopkins University Press, 1997

FOUCAULT, Michel, Nietzsche, Freud e Marx, Lisboa, Rés, 1975

---, As palavras e as coisas, Lisboa, Edições 70, 1988 «As quatro similitudes», pp. 73-85; «A escrita das coisas», pp. 90-99; «Crítica e comentário», pp. 131- 145

---, L’ordre et le discours (leçon inaugurale au Collège de France prononcée le 2 décembre 1970), Paris, Gallimard, 1989 [trad. portuguesa, Lisboa, Relógio d'Água, 1997]

---, O que é um autor?, Lisboa, Vega, 1992

FRISSE, Mark, «From Text to Hypertext», in Byte (Outubro de 1988)

JOYCE, James, Finnegan's Wake (1939) ,New York, Viking, 1976.

JOYCE, Michael, Afternoon, A Story, Computer software. Jackson, MI, Riverrun Limited, 1989. Macintosh Plus, System 6.0, 2MB RAM.

---. "Words on Works: Afternoon, A Story." Leonardo 26/1 (1993), 79-80.

LANDOW, George P., Hypertext: The Convergence of Contemporary Critical Theory and Technology, London, Johns Hopkins UP, 1992.

---, «The Rhetoric of Hypermedia: Some Rules for Authors», in Journal of Computing in Higher Education 1 (1989), pp. 39-64. Reed. in Delany and Landow, pp. 81-103.

LANDOW, George (ed.), The Dickens Web. Computer software. Watertown MA, Eastgate Systems, 1992. Macintosh Plus, System 6.0, 2MB RAM.

LANDOW, George P. and Paul Delany, «Hypertext, Hypermedia and Literary Studies: The State of the Art», in Delany and Landow, pp. 3-50.

LAUFER, Roger/SCAVETTA, Domenico, Texto, hipertexto, hipermedia, tradução de Conceição Azevedo, Porto, Rés Editora, s.d.

MCLUHAN, Marshall, A galáxia de Gutenberg: A formação do homem tipográfico, tradução de Leónidas G. de Carvalho e Anísio Teixeira, 2ª edição, São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1977

---, Understanding the media, New York, McGraw-Hill, 1964

MONTAIGNE, M., Essais, 3 vols, Paris, Librairie Génerale Française, 1972 [sobretudo, «De l’incostance de nos actions» (II,i); «Du repentir» (III, ii); e «De l’expérience» (III, xiii)]

MOULTHROP, Stuart, «Toward a paradigm for reading hypertexts: Making nothing happen in hypermedia fiction», in Hypertext/Hypermedia handbook, edited by E. Berk and J. Devlin, New York, McGraw-Hill, 1991, pp. 65-78.

---, «Rhizome and resistence: Hypertext and the dreams of a new culture», in George Landow (ed.), Hyper/Text/Theory, Baltimore, The John Hopkins University Press, 1994, pp. 299-319.

MOURÃO, José Augusto, «Poesia hipertextual/Ciberpoética», in Catálogo Inter@ctividades, coordenação editorial de Teresa Cruz, Lisboa, CECL/FCSH-UNL/CML, 1997, pp. 52-56

MURRAY, Janet H., Hamlet on the holodeck: The future of narrative in cyberspace, NY, The Free Press, 1997

NABOKOV, Vladimir, Pale Fire (1962), New York, Berkley, 1975 (Fogo Pálido, trad. port. de Telma Costa, Lisboa Teorema, s.d. (1996))

NELSON, T.H., Literary Machines, Swarthmore, PA, publicação de autor, 1981.

---, «On the Xanadu Project», in Byte (Setembro de 1990), pp. 298-9.

POE, Edgar Allan, «A filosofia da composição», in Edgar Allan Poe,Mallarmé,Pessoa, Annabel Lee, Ulalume & O Corvo, tradução dos poemas por Stéphane Mallarmé e Fernando Pessoa, tradução das prosas por Carlos Valente, Lisboa, Hiena, 1993, 73-91

RONELL, Avital, The telephone book: Technology, Schizophenia, Electric speech, Lincoln and London, University of Nebraska Press, 1993 (1ª ed. 1986)

---, «Our narcotic modernity», in Verena A. Conley (org.), Rethinking technologies, Minneapolis, University of Minnesota Press,1993, pp. 59- 73.

SPENCER, Herbert. Pioneers of Modern Typography, London, Lund Humphries, 1982.

STERNE, Laurence (1759-1767), The Life and Opinions of Tristram Shandy, Gentleman, Graham Petrie (ed.), Harmondsworth, Penguin, 1986.

TEIXEIRA, Luís Filipe B., Hermes ou a Experiência da Mediação (Comunicação, Cultura e Tecnologias), Lisboa, Pedra de Roseta-Edições e Comunicação, Lda , 2004

TEIXEIRA, Luís Filipe B. (org.), Cultura de Jogos, Caleidoscópio:Revista do Departamento de Comunicação,Artes e Tecnologias da Informação da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, nº 4, 2004

Obras de António Mora, de Fernando Pessoa: Edição e Estudo, edição crítica dos textos de António Mora-Fernando Pessoa transcritos, organizados e anotados por Luís Filipe B. Teixeira, edição integrada nas Obras Completas de Fernando Pessoa, no âmbito da Equipa Pessoa, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, col. «Série Maior», 2002 [Introdução]

«Figur@ções maquínicas da Escrita 2.0: Alfabetos, ars combinatoria e hipertexto» (texto-base da comunicação ao ICNC2001-Congresso Internacional sobre as Redes, Comunicação e Linguagens, orgão do CECL-Centro de Estudos Comunicação e Linguagens, número especial sobre este Congresso, 2002, pp. 401-408

«Figur@ções maquínicas da Escrita 1.0: Em torno da Palavra digital e da Escrita Topográfica» (texto-base da comunicação ao I Congresso Ibérico de Ciências da Comunicação, Revista Caleidoscópio, revista do Departamento de Ciências da Comunicação e da Informação da ULHT-Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, Edições Lusófonas, 2001, pp.43-57

«Edição Crítica, hipertexto e biblioteca electrónica: Dêem um modem a Fernando Pessoa», in Imagens e Reflexões: Actas da II semana internacional do Audiovisual e Multimédia, Lisboa, Edições Lusófonas, colecção «Estudos de Comunicação, Cultura e Tecnologia, nº 4, 1999, pp. 106-110.

—«Filologia vs Filosofia», in Pensar Pessoa: A dimensão filosófica e hermética da obra de Fernando Pessoa, Porto, col. «O mocho de papel», Lello & Irmão,1997, pp.177-193.

O nascimento do Homem em Pessoa: A heteronímia como jogo da demiurgia divina, Lisboa, col. «Cosmovisões», Edições Cosmos, 1992 [II.1. «O trágico pessoano: Da consciência agónica ao jogo do desassossego», pp. 59-72]

«Virtualidade e Heteronímia: As viagens pessoanas de Alice», in Revista de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, volume I, nº 2, 2º semestre de 1999

TURKLE, Sherry, O segundo Eu: Os computadores e o espírito humano, trad. de Manuela Madureira, Lisboa, Presença, 1989 (partes)

---, Life on screen: Identity in the age of the Internet, London, Weidenfeld & Nicholson, 1996 (trad. port. Relógio d'Água, 1998) (partes)

---, «Constructions and reconstructions of the Self in virtual reality» (gopher://home.actlab.utexas.edu:70/00/conferences/3cyberconf/selfinvr.txt )

WHITBY, Max, «Is Interactive Dead?», in Wired. 1.1 (1993), pp. 41-42.

WOOLLEY, Benjamin, Mundos virtuais: Uma viagem na hipo e hiper-realidade, tradução de Maria A. N. Freire, Lisboa, Editorial Caminho, 1992

YANKELOVICH, Nicole, «From Electronic Books to Electronic Libraries: Revisiting 'Reading and Writing the Electronic Book», in Delany and Landow, pp. 133-141.

voltar


Enviar    Imprimir

Copyright © 2017 | Luis Filipe B. Teixeira
powered by: CANALPT
Creative Commons License